Berlim (Alemanha)

Taxonomia

Código

Nota(s) de escopo

Fonte

Exibir nota(s)

Termos hierárquicos

Berlim (Alemanha)

Termos equivalentes

Berlim (Alemanha)

Termos associados

Berlim (Alemanha)

26 descrição arquivística resultados para Berlim (Alemanha)

26 resultado(s) diretamente relacionado(s) Excluir termos relacionados

XV Exposição de Demografia e Higiene

  • BR RJCOC OC-COR-PES-05
  • Dossiê
  • 04/08/1907-14/01/1908
  • Parte de Oswaldo Cruz

Cartas e cartões enviados à esposa, Emília, e à filha Elisa por ocasião de sua viagem à Europa em 1907, quando representou o Brasil, através do Instituto de Manguinhos, na XIV Exposição de Demografia e Higiene de Berlim. Foi montado um estande sobre o combate às doenças tropicais, como febre amarela e malária, e o Brasil saiu laureado com o primeiro prêmio. Antes de voltar foi encarregado pelo barão do Rio Branco de representar o Brasil em dois eventos na América do Norte: em Washington entrevistou-se com o presidente Theodore Roosevelt a respeito das condições de saúde no porto do Rio de Janeiro, e no México, participou da Convenção Sanitária Latino-Americana. Aproveitou ainda para conhecer o Instituto de Pesquisas Médicas em Nova York, financiado pela família Rockefeller. As cartas mantidas com sua esposa, que acabara de dar à luz a quinta filha do casal, atestam a boa repercussão obtida pelo sucesso das campanhas sanitárias no Rio de Janeiro ao serem divulgadas naqueles eventos.

Trajano Bruno de Berrêdo Carneiro

  • BR RJCOC PC-VP-FC-18.v.05
  • Dossiê
  • 05/12/1923 - 29/03/1983
  • Parte de Paulo Carneiro

Cartões, agendas, recibos, apólices de seguro, jornais, requerimentos, bilhetes, recortes de jornais, publicações, diplomas, letras de câmbio.

Título de eleitor, carteira de identidade e CPF; diploma de colação de grau de veterinário e mérito Afro-brasileiro; list of fellows – Royal Entomological Society of London

Inclui também: cartas sobre comunicação de posse como membro titular da Academia Brasileira de Medicina Veterinária e indicação para participar da comissão de redação da Revista Brasileira de Biologia; declaração prestada à Seção de Segurança Nacional; comprovante de pagamento de taxa para cursar mestrado na Universidade do Brasil; decretos do governo do estado do Rio de Janeiro nomeando e exonerando do cargo em comissão de subsecretário – adjunto da Subsecretaria – Adjunta de Ciência e Tecnologia; nomeando para o cargo de biologista interino do Ministério da Saúde; decreto de nomeação de 2º tenente da reserva de 2ª classe – veterinário; conferência sobre o combate ao mosquito realizada na câmara municipal de Pelotas; carta de Herman Lent sobre convite para trabalhar na Universidade de Los Andes, em Mérida, Venezuela; memorandos da Seção de Segurança Nacional do Ministério da Saúde para prestar declarações; vale-refeição do IOC de 1961; cartas de R. Friedländer & Sohn; carta de Olympio da Fonseca Filho parabenizando a participação dos funcionários do IOC no V Congresso Internacional de Microbiologia e na Exposição de Microbiologia, Parasitologia e Higiene, comemorativa do 50º aniversário da instituição; carta e resultado da aplicação do teste Psicodiagnóstico Miocenótico, do Instituto de Seleção e Orientação Profissional

Pessoal

  • BR RJCOC OC-COR-PES
  • Subsérie
  • 1889-1922
  • Parte de Oswaldo Cruz

Cartas enviadas pelo titular à sua esposa, Emília Fonseca, como também aos filhos e entre estes personagens.

Participação em Eventos

Oswaldo Cruz em eventos diversos: recepções, viagens de trabalho, posse na Academia Brasileira de Letras, recepcionando o presidente americano Theodore Roosevelt em Manguinhos etc.

Júlio Augusto Barbosa Carneiro

  • BR RJCOC PC-VP-FC-09
  • Dossiê
  • 25/08/1891 - 28/11/1969
  • Parte de Paulo Carneiro

Registros de nascimento, procurações, cartas, certificados, recortes de jornais, ordens de pagamentos, recibos, telegramas, ofícios, cartas circulares, contratos de serviços, cartões postais, memorandos, memoriais, relatórios de conferências, conferências, relatórios de atividades, decretos, noticiários, artigos, apontamentos, diários oficiais, publicações, notas fiscais, listas de despesas, faturas de seguro, cartões, fotografias, ensaios, prospectos.

Instituto Oswaldo Cruz

Os documentos espelham a criação do Instituto de Manguinhos, bem como seu desenvolvimento político, científico e administrativo. Os temas contemplados referem-se principalmente à construção da filial de Belo Horizonte; ao XIV Congresso de Higiene e Demografia de Berlim, em 1907; e à Exposição Internacional de Higiene e Demografia de Dresden, em 1911; à construção do conjunto arquitetônico de Manguinhos; à produção de soros e vacinas; à transformação do Instituto Soroterápico Federal em Instituto de Medicina Experimental de Manguinhos e posteriormente Instituto Oswaldo Cruz; às expedições científicas na Amazônia.

Ensaios

  • BR RJCOC LE-DP-PP-06.v.1-v.3
  • Dossiê
  • 1951-07/01/1988
  • Parte de Anthony Leeds

Correspondência com o cientista Henrique da Rocha Lima

  • BR RJCOC OC-COR-CI-11
  • Dossiê
  • 08/04/1901-20/01/1915
  • Parte de Oswaldo Cruz

Percorrendo praticamente todo o período em que o titular esteve à frente de Manguinhos, com concentração nos períodos de 1901-1902, 1905-1907, 1910 e 1915. O primeiro período refere-se ao momento em que, após ter realizado estudos em Manguinhos, Henrique da Rocha Lima seguiu para a Alemanha no intuito de estudar bacteriologia no Instituo de Higiene de Berlim, sob a orientação de Martin Ficker, recebendo notícias do titular sobre as pesquisas feitas em Manguinhos sobre a malária, peste bubônica, raiva, filariose, além de informar-lhe sobre a eclosão da pesta bubônica no Rio de Janeiro e sobre a oposição feita ao Instituto. Em dezembro de 1902, após a exoneração do barão de Pedro Affonso da direção do Instituto Soroterápico, o titular, pretendendo ampliar os fins do instituto, convida-o a chefiar os estudos sobre as doenças tropicais, ao mesmo tempo em que lhe pede sua coleção de culturas, e que passe no Instituto Pasteur de Paris e traga amostras da cultura de difteria para iniciar o preparo do soro antidiftérico. O segundo momento descreve os estudos feitos pelo missivista e por Alcides Godoy sobre o carbúnculo sintomático, ou peste da manqueira, que atingia o gado bovino. Os dois cientistas vão para Juiz de Fora para realizar a soro-vacinação anticarbunculosa nos bezerros que, após esta experiência, passaria a fazer parte da pauta de produção de Manguinhos. Em meados de 1906, Henrique da Rocha Lima embarca novamente para a Alemanha, passando antes em Londres, onde procurou o taxonomista Frederick V. Theobald no Museu de História Natural, e em Paris, onde esteve no Instituto Pasteur e ficou surpreso com o culto à personalidade de Pasteur que ali se fazia. Por um breve período permanece no Instituto de Higiene de Berlim, mas logo vai para Munique especializar-se em anatomia patológica com Hermann Duerck, onde poderá também estudar a febre amarela e coletar material para estudo e ensino em Manguinhos. Neste período os dois cientistas trocam informações e respeito das experiências e rotinas que vivenciam em seus respectivos institutos, além de comentar a vida cultural em Munique e Berlim, e acontecimentos como a tramitação do projeto de reformulação de Manguinhos no Senado e a morte do cientista Francisco Fajardo, após ter tomado o soro antipestoso. Em 1907 a correspondência versa essencialmente sobre a participação de Manguinhos no XIV Congresso e na Exposição de Higiene e Demografia de Berlim, onde os trabalhos apresentados foram: "Epidemiologia da peste no Rio" por Figueiredo de Vasconcellos; "Evolução do halterídio do pombo-espirulose das galinhas" por Henrique Aragão; "Contribuição ao estudo químico do bacilo da tuberculose" por Cardoso Fontes; "Mosquitos transmissores do impaludismo no Brasil" e "Profilaxia do impaludismo" por Carlos Chagas e Arthur Neiva e "Profilaxia da febre amarela no Rio de Janeiro" por Oswaldo Cruz. Após a premiação neste evento, há um hiato na correspondência, retornando apenas em 1909, quando o titular informa a seu missivista sobre a nova doença descoberta por Carlos Chagas, que viria a se chamar doença de Chagas ou tripanossomíase americana, cujo relato sairia no segundo número das Memórias do Instituto Oswaldo Cruz. Na mesma carta, o titular o parabeniza por ter sido convidado por Hermann Duerck a permanecer no Instituto de Patologia de Munique.

Correspondência Científica

  • BR RJCOC OC-COR-CI
  • Subsérie
  • 1891 - 1916
  • Parte de Oswaldo Cruz

Está subdividida em 17 dossiês por missivistas. Correspondência trocada com Vital Brazil, onde descreve o início dos trabalhos em Manguinhos, as pesquisas sobre novos métodos de fabricação de soros, além do vasto conjunto epistolar trocado com Henrique da Rocha Lima, onde o titular vai noticiando as pesquisas realizadas em Manguinhos ao mesmo tempo em que estabelece as bases do intercâmbio entre esta instituição e as principais agências de pesquisa biomédica da Alemanha.

Cartas

Referência à Sociedade Algodoeira do Nordeste Brasileiro S/A; Blair, H. A.; Anne F. Wilde; Angel Carillo Lugo; Álvaro Leitão; Alfredo Estrano; Alberto Vidal; Beatriz Fair; Caio Kerr; Carper W. Buckley; Cecilia M. Kirby; Celmira Tirado E.; Clotilde de Lourdes Franco; Cynthia A. de Wit; Chou Pei-Yuan; Chen-Yan Lee; César Nahoum; Daniel Marante; Edward L. Rhodes; Efrain G. Pardo; Ernesto Luiz de Oliveira; Eleanor E. Buckley; Eladio Gomes; Estella Grunebaum; Francisco Carlos Herrera Kompanek; Francisco Montes Oca; Guy Deleuze; Hans R. Friedli; Huntly D. Millar; Bein, H. J.; Ivan Caldas Marins; Katsuichi Matsuda; Juan J. Lewis; José Lopez Cuadra; John C. Perez; Jay I. Goodman; Jacob Tarasantchi; Maurice Mc Morrissette; Mary Krelo; Martha M. Janizaki; Mariano Lamela Júnior; Maria Josefina Yanguas; Marcel Tabak; Melle C. Grandon; Maria del Socorro Alvarez; Manuel S. Yepez; Oswaldo Ochoa Añez; Paulo de Assis Melo; Orlando Francisco Amodeo Bueno; Sergio Lima de Barros Azevedo; Raquel Joane Rodrigues; Victor Alves de Brito; William Ivor Cornman

Cartas

  • BR RJCOC JR-DP-IC-04
  • Dossiê
  • 01/02/1958-14/09/2002
  • Parte de José Reis

Referentes a Revista Scientific American no Brasil, Prêmio José Reis (Centro de Educação Ambiental do Iguaçu e Ecomuseu de Itaipu), “Institut Für Vetrinär-Hygiene der Freien Universität, “Medicina de Grupo” (Simpósio Brasileiro de Medicina de Grupo), “Biogua: um conceito estrutural da água Biologia”.