Mostrando 249 resultados

descrição arquivística
Oswaldo Cruz
Visualização de impressão Ver:

1 resultados com objetos digitais Mostrar resultados com objetos digitais

Correspondência trocada durante o período de noivado com Emília

  • BR RJCOC OC-COR-PES-01
  • Dossiê
  • 12/07/1889-27/04/1891
  • Parte de Oswaldo Cruz

Cartas, bilhetes e desenhos que relatam a evolução da doença do médico Bento Gonçalves Cruz e dos longos períodos em que o casal era obrigado a ficar separado, seja por motivo de viagem ou por causa das provas na Faculdade de Medicina.

Correspondência trocada entre o titular e médicos paulistas a respeito do surto de peste bubônica de Santos

  • BR RJCOC OC-COR-CI-04
  • Dossiê
  • 20/10/1899-12/06/1900
  • Parte de Oswaldo Cruz

Contendo relatos minuciosos e mapas estatísticos sobre a epidemia, além dos entendimentos entre o titular e Victor Godinho, médico da Santa Casa de Misericórdia de Santos, a respeito da publicação do relatório sobre a doença. Duas cartas enviadas por Nuno de Andrade revelando os primeiros entendimentos entre o ministro da Justiça e Negócios Interiores, J.J. Seabra e o barão de Pedro Affonso para a construção de um instituto soroterápico, do qual o titular seria o diretor técnico após o fim dos trabalhos em Santos. Entre os demais missivistas destacam-se os médicos Eduardo Lopes, Jayme Silvado e Olympio de Niemeyer.

Correspondências Enviadas à Esposa Emília Cruz

  • BR RJCOC OC-COR-PES-03
  • Dossiê
  • 17/11/1899 - [11/1904]
  • Parte de Oswaldo Cruz

Cartas, bilhetes, telegramas e recortes de jornais enviados à esposa Emília, referentes principalmente ao período em que o titular esteve em Santos combatendo a epidemia de peste bubônica. Nelas exprime sua tristeza em ver alguns colegas sucumbindo à doença e o medo de que ele também venha a cair doente e com isso jamais voltar a ver a família, mas reitera sua crença na vacina e na soroterapia antipestosa. Merece destaque ainda o bilhete em que comunica a família sobre sua segurança no dia em que eclodiu a Revolta da Vacina, no Rio de Janeiro, e ele teve que refugiar na casa de Carlos Chagas. São Paulo, Santos e Rio de Janeiro.

Cuidados Antes da Operação

  • BR RJCOC OC-PI-TP-27
  • Dossiê
  • 06/06/1891
  • Parte de Oswaldo Cruz

Caderno de aula com anotações referentes a operações, farmácia, partos e clínica médica.

Curso de Microbia Technica do Instituto Pasteur (Caderno n. 1)

  • BR RJCOC OC-PI-TP-28
  • Dossiê
  • 05/12/1898
  • Parte de Oswaldo Cruz

Caderno de anotações de Oswaldo Cruz sobre o curso de técnica microbiológica do Instituto Pasteur de Paris, ministrado pelos professores Émile Roux, Boriel e Metchnikoff. Nas últimas páginas o titular faz um índice das lições, uma lista de culturas, uma lista do material fornecido aos alunos durante o curso e alguns desenhos que retratam a sala onde eram ministrados os cursos bem como os equipamentos utilizados. Em anexo, livreto impresso intitulado "Renseignements sur le service de vaccins de l'Institute Pasteur".

Curso de Microbia Technica do Instituto Pasteur (Caderno n. 2)

  • BR RJCOC OC-PI-TP-29
  • Dossiê
  • 31/12/1898
  • Parte de Oswaldo Cruz

Anotações de aula. Nas páginas finais Oswaldo Cruz fez um índice de assuntos abordados no curso, tais como tuberculose, cólera e peste bubônica. Anexos folha impressa contendo instruções para o emprego da tuberculina seguindo indicações do professor Nocard d'Alfort; folha impressa contendo instruções para o emprego da maleína; folha impressa contendo instruções para o emprego do soro antidiftérico; folha impressa contendo instruções para o emprego do soro antitetânico, um panfleto em alemão; folha impressa contendo instruções para o emprego do soro antipestoso; quatro folhas impressas com figuras desenhadas pelo titular.

Das anophelinas brazileiras

  • BR RJCOC OC-PI-TT-45
  • Dossiê
  • 16/08/1907
  • Parte de Oswaldo Cruz

Texto de trabalho do Instituto de Manguinhos sobre a biologia dessas espécies de insetos no Brasil.

Decretos e regulamentos relativos à transformação do Instituto Soroterápico Federal em Instituto de Medicina Experimental de Manguinhos

  • BR RJCOC OC-IOC-04
  • Dossiê
  • 13/06/1907-19/03/1908
  • Parte de Oswaldo Cruz

Decretos assinados por Afonso Penna, presidente da República e pelo ministro da Justiça e Negócios Interiores, Augusto Tavares de Lyra, referentes à criação e regulamentação do Instituto, bem como a mudança de sua denominação para Instituto Oswaldo Cruz.

Dicionário de Alemão

Lista de vocábulos em alemão com seus respectivos significados em português. Em anexo, notas do titular, uma em alemão, e pequenas anotações sobre exame microscópico de um animal utilizado no Instituto sobre sementes de rícino.

Dieudonné. Schutzimpfung und serumtherapie. Sumario-resumo

Resumo do trabalho de Dieudonné, cientista que integrou a comissão alemã enviada à Índia para o estudo da peste em 1897, citado por Oswaldo Cruz em seu trabalho "A vacinação anti-pestosa". O documento aborda os seguintes assuntos: definição de imunidade; moléstias infecciosas; venenos bacterianos; moléstias por infecção e por intoxicação e imunidade natural e imunidade adquirida.

Diretoria Geral de Saúde Pública

Os 84 itens documentais que compõem esta série relatam as campanhas de saúde pública contra as doenças epidêmicas (febre amarela, varíola e peste bubônica) que grassavam no Rio de Janeiro durante a primeira década do século XX. Tem como datas-limite os anos de 1903-1909, cobrindo todo o período em que Oswaldo Cruz esteve à frente da Diretoria Geral de Saúde Pública. A série está dividida em 3 dossiês: o primeiro refere-se aos documentos administrativos da Diretoria, o segundo descreve a organização dos serviços sanitários da capital e o terceiro possui documentos relativos às principais campanhas sanitárias do período de combate às epidemias acima referidas. Documento referente à campanha de saneamento dos portos, onde o titular descreve os portos de Santos (SP), Paranaguá (PR), Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Discurso Pronunciado na Academia Brasileira de Letras

  • BR RJCOC OC-PI-TP-36
  • Dossiê
  • 26/06/1913
  • Parte de Oswaldo Cruz

Texto do discurso pronunciado por ocasião da posse do titular na Academia Brasileira de Letras, assumindo a cadeira que fora de Raymundo Corrêa. Na ocasião, agradece a indicação e homenageia seu antecessor.

Documentos Complementares

Seus três dossiês somam 180 documentos. Possui como datas-limite os anos 1917 a 1972. O primeiro refere-se às condolências e manifestações de pesar proferidas imediatamente após o falecimento do titular. O segundo, às homenagens póstumas prestadas por médicos e cientistas, em especial aqueles que conviveram com Oswaldo Cruz em Manguinhos, e o último, ao concurso de monografias comemorativo do centenário do nascimento, promovido pelo Ministério da Saúde e pelo Instituto Euvaldo Lodi em 1972.

Documentos enviados à direção do Instituto Oswaldo Cruz

  • BR RJCOC OC-IOC-07
  • Dossiê
  • 04/02/1908-01/12/1913
  • Parte de Oswaldo Cruz

Documentos contendo relatórios financeiros e dados orçamentários enviados à direção do Instituto Oswaldo Cruz pelo diretor da filial de Belo Horizonte, Ezequiel Dias e por Henrique Marques Lisboa.

Documentos Pessoais

Possui documentos que espelham boa parte da vida privada e trajetória profissional titular. Contém desde recibos de aluguel a nomeações para cargos que ocupou, livros caixa onde o titular anotava seu orçamento doméstico aos quais chamava de "Livro da Verdade". Neles também escrevia pensamentos, frases filosóficas e registrava datas importantes de sua vida.

Documentos relativos à Administração Financeira do Titular e sua Família

  • BR RJCOC OC-DP-02
  • Dossiê
  • 01/1894-02/1014
  • Parte de Oswaldo Cruz

Cadernos de anotações- um deles intitulado "Livro da Verdade" contendo as receitas e despesas referentes a diversos anos compreendidos entre 1893 e 1916; recibos de pagamentos de aluguel efetuados pelo titular; documentos sobre a construção de dois prédios na praia de Botafogo, Rio de Janeiro; prestação de contas efetuadas pelo titular comprovando a utilização da quantia entregue pelo Ministério da Agricultura, Indústria e Comércio; recibo da inscrição do titular no 7º Congresso Brasileiro de Medicina e Cirurgia e seu testamento.

Documentos relativos à construção da ferrovia Madeira-Mamoré

  • BR RJCOC OC-IOC-09
  • Dossiê
  • 16/02-06/09/1910
  • Parte de Oswaldo Cruz

Trabalho do titular intitulado "Considerações gerais sobre as condições sanitárias do Rio Madeira", em anexo, os originais manuscritos; relatório de Oswaldo Cruz e Carlos Sampaio, representante da Madeira-Mamoré Railway Company, apresentando proposições para o combate à malaria na região da construção da estrada; carta do titular a Carl Lovelace, médico-chefe da empresa, descrevendo a aplicação compulsória de quinino aos trabalhadores; carta do titular ao ministro da Justiça e Negócios Interiores, Esmeraldino Olympio de Torres Bandeira, informando sua ida para a região com o objetivo de estudar as moléstias na área da Madeira-Mamoré.

Documentos relativos à Vida Profissional do Titular

  • BR RJCOC OC-DP-01
  • Dossiê
  • 18/11/1889 - 12/1915
  • Parte de Oswaldo Cruz

Lista geral dos estudantes matriculados na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1889; nomeação para a Santa Casa de Misericórdia; nomeação e exoneração da Diretoria Geral de Saúde Pública; nomeação para o cargo de auxiliar do Instituto Nacional de Higiene; convite oficial enviado pelo prefeito do Distrito Federal, Furquim Wernack, ao titular para compor o Conselho Municipal de Higiene e Assistência Pública; artigo sobre a carreira do titular publicado na revista Chanteclair; ofício enviado ao titular pela direção do Montepio da Fábrica de Fiação e Tecidos Corcovado aprovando a indicação de um substituto por ocasião de sua viagem de estudos à Europa.

Doença de Chagas. Noções

  • BR RJCOC OC-PI-TT-16
  • Dossiê
  • 12/1944
  • Parte de Oswaldo Cruz

Documento do Serviço Nacional de Educação Sanitária. No texto, o autor discute a doença de Chagas e sua profilaxia.

Dos Processos de Vaccinação Anti-pestosa

Texto de trabalho realizado no Instituto de Manguinhos, que apresenta um histórico das pesquisas tendentes a verificar um método eficaz para o preparo de uma vacina pasteuriana contra a peste - sendo assim denominadas as vacinas por culturas atenuadas do agente mórbido - e cita os principais cientistas envolvidos nestas pesquisas, identificando os diferentes processos por eles utilizados na imunização contra a doença. O principal objetivo do trabalho é, através de um estudo comparado dos diferentes métodos, reproduzir os argumentos e fatos que orientaram o Instituto de Manguinhos na escolha do processo então adotado.

Resultados 91 a 120 de 249